TalkX Aniyia Williams

Aniyia Williams: “Os negócios são a forma de mudar as coisas”

A co-fundadora da Zebras Unite, inventora, empreendedora e criadora (entre muitas outras coisas) Aniyia Williams nos fisgou com seu magnetismo e nos deixou dicas e frases para refletirmos na primeira TalkX do ano.

A primeira TalkX do Explorer em 2022 teve uma convidada que demonstrou magnetismo desde o primeiro momento: Aniyia Williams, empreendedora, criadora, investidora e co-fundadora da Zebras Unite, entre muitas outras facetas, começou a responder a primeira pergunta levantada pela nossa host… e todos nós que estávamos assistindo tivemos a certeza que não seríamos capazes de desgrudar da tela.

 

María Álvarez, jornalista bilingue experiente e co-fundadora da Ephimera (agência que transforma projetos de negócio), apresentou o bate-papo e guiou o tempo de perguntas subsequentes. Mas antes disso, Aniyia já tinha conquistado a audiência com sua história, a de uma mulher que desde criança demonstrou enormes dotes criativos (se define como uma “criadora compulsiva”) e interesse em explorar-las (prova disso é que se graduou em Música e tem formação como cantora de ópera). Mais adiante, sua titulação em Empresas a levou a querer combinar o melhor dos dois mundos e, situada em Silicon Valley, se propôs a lançar a primeira firma de joalheria eletrônica para mulheres, uma experiência da que aprendeu muito, fazendo de cada desafio uma oportunidade e conseguindo grandes resultados com poucos recursos, algo do que está muito orgulhosa.

 

Claro que, o componente ético dos negócios foi outro dos temas em destaque, ao ser Aniyia co-fundadora da Zebras Unite. Este movimento advoga por startups mais sustentáveis e por formas de financiamento diferentes, sem centrar-se nos resultados relâmpagos. “Vivemos tempos únicos e as oportunidades estão na maneira com a qual as pessoas constroem suas realidades e histórias. Sempre vamos encontrar barreiras éticas em um projeto, vamos enfrentar problemas éticos, mas a compreensão é chave. Os negócios são a forma de mudar as coisas”, agregou.

 

Nestas TalkX, o tempo se faz curto e desta vez não foi exceção: chegamos sem nos dar conta ao momento das perguntas, no qual as questões mais repetidas estavam relacionadas com a busca de capital (costuma acontecer). Quando diz isso a uma mulher que advoga pela cooperação, a resposta é esperançosa: “Já lancei startups desde o zero e sempre deve se fazer três perguntas: Estou resolvendo um problema? Vão me pagar dinheiro por isso? PorquÊ vão pagar pelo meu produto? E precisa pensar na comunidade: se não tem dinheiro, tente aproveitar suas habilidades para trocá-las pela ajuda de outra pessoa com qualidades que você não possui. Quanto a construir um protótipo, normalmente é caro, mas não precisa ser perfeito. Se resolver o problema que promete resolver, vão te pagar por ele”, explicou. 

 

As perguntas continuaram em uma sessão de Q&A privada com Explorers selecionados, na que os investimentos e como conseguirlos continuaram centrando a conversa. Aniyia terminou com uma definição incontestável, perfeita para todos aqueles que, assustados por não conseguir o capital necessário, acreditam que vão ter que frustrar seus sonhos: “Se tem uma ideia que pode mudar as coisas, resolver problemas das pessoas e, além disso, fazer dinheiro com ela, você já é uma pessoa empreendedora”.

 Você perdeu a TalkX da Aniyia Williams? Quer saber que perguntas ela respondeu e as dicas que deu aos nossos Explorers (além de revelar coisas sobre seu futuro)? Não perca este video!

Compartilhe esta postagem

Compartilhe esta postagem

Inscrever-se no blog

explorer pt

Pode interessar a você