fbpx
Marco Entrecomp en Explorer

Como aplicamos o quadro Entrecomp ao Explorer?

Entrecomp é o quadro europeu de referência para o empreendedorismo. Através dele, a UE pretende criar uma ponte entre a educação e as ações destinadas a fomentar o espírito empreendedor.

Por Patricia Araque, Diretora Executiva do Explorer.

Na Entrecomp se fala de empreendedorismo como uma habilidade para a vida e se define empreender como “a capacidade de atuar sobre as oportunidades e ideias com a finalidade de criar valor para os demais. O valor criado pode ser social, cultural ou econômico”.

 

Quando começamos a abordar o processo de redesenho do que seria o novo Explorer, lá por 2019, decidimos que a Entrecomp deveria passar por esse processo de mudança. Em primeiro lugar, porque entendemos que era uma ferramenta de autodiagnóstico muito poderosa para que os Explorers pudessem refletir de forma tangível sobre as novas habilidades que estavam incorporando ao seu currículo. Mas não é só isso: assumimos (corretamente, como pudemos verificar posteriormente) que este diagnóstico nos permitiria alinhar o Explorer com outras iniciativas que continuariam a ajudar meninos e meninas a progredir em sua jornada empreendedora depois de concluídos suas 12 semanas de pré-incubação em um programa como este.

 

A Entrecomp estabelece três áreas de competência: ideias e oportunidades, recursos e entrada à ação. Cada seção, por sua vez, é dividida em habilidades específicas, num total de 15 (5 para cada área), que mostram quais são as que tornam uma pessoa empreendedora. De cada habilidade específica surge uma série de tópicos que vêm explicar o que cada uma delas implica para fins práticos. Estes tópicos estão por sua vez associados a 8 níveis de progressão em que a pessoa pode estar, podendo obter diferentes resultados de aprendizagem com base em 4 níveis: iniciais, intermédios, avançados e experts. Esse quadro de competências favorece a consideração do empreendedorismo como uma realidade que pode ser aprendida e ensinada e, portanto, não o limita à crença de que não é possível treinar para ser empreendedor, pois esta é uma competência que se possui ou não.

 

Destas 15 habilidades específicas, no Explorer focamos especialmente 6 delas, porque consideramos que são cruciais nas fases iniciais do empreendedorismo e, por isso, ajudam a consolidar bases sólidas para impulsionar os jovens que participam no programa no seu futuro profissional, seja como empreendedores ou intraempreendedores. Estes são:

 

  1. Detecção de oportunidades (área de ideias e oportunidades).
  2. Criatividade (área de ideias e oportunidades).
  3. Autoconhecimento (área de recursos).
  4. Motivação e perseverança (área de recursos).
  5. Tomar a iniciativa (área em ação).
  6. Aprendizagem através da experiência (área em ação).
 

Conhecer o grau de progresso em cada uma dessas habilidades e áreas também nos permitiu alinhar o Explorer aos programas que o Santander X coloca à disposição da nossa comunidade para dar continuidade à etapa de pré-incubação.

 

A jornada empreendedora é circular, os conhecimentos que incorporamos nessa jornada revisitam o que foi aprendido, aprofunda-o, consolida-o. As 15 competências da Entrecomp são a bússola perfeita para falar uma linguagem comum dentro dos ecossistemas e traçar propostas que ajudem os empreendedores a navegar por eles. Ainda temos muitas pontes a construir para ajudar os jovens a explorar o empreendedorismo como opção profissional, mas falar línguas comuns vai, sem dúvida, ajudar-nos a ser mais eficientes e a utilizar melhor os recursos disponíveis. Vamos idealizar, identificar oportunidades e recursos e passar à ação; a Entrecomp nos guia e nos alinha no processo.

 

Referências: https://www.scielo.cl/scielo.php

Foto abertura: Jenny Ueberberg on Unsplash.

Compartilhe esta postagem

Compartilhe esta postagem

Inscrever-se no blog

explorer pt

Pode interessar a você